O Data Warehouse é um repositório que a empresa utiliza para reunir aquilo coletado por todos os sistemas e aplicações que utiliza. Em geral, trata-se de um banco de dados instalado em um servidor corporativo, do qual são extraídas as informações de suporte à geração de insights e às tomadas de decisões.

Recentemente, ele tem perdido espaço para o conceito de Modern Data Warehouse. Traduzidas livremente como armazéns de dados modernos, essas estruturas são soluções que podem ser híbridas.

Quer entender tudo sobre o assunto e por que uma empresa deve começar a pensar no uso desse tipo de armazenamento o quanto antes? Continue a leitura!

O que é Modern Data Warehouse?

As necessidades de uma empresa em relação aos dados que detém estão mudando. Nunca vimos tantos deles serem produzidos em um intervalo tão curto de tempo quanto agora. Soluções que eram perfeitas para a obtenção de insights em alta velocidade até pouco tempo já não oferecem a performance de que um negócio precisa para rodar suas queries.

Um Data Warehouse tradicional compila dados estruturados em um único local, mas precisa ser atualizado constantemente para lidar com o volume que se acumula em seus servidores. Isso gera um alto custo para a manutenção de uma infraestrutura que não oferece mais o desempenho de que a empresa necessita.

Respostas em tempo real são imprescindíveis, ainda que a grande parte das empresas baseiam-se em somente dados estruturados, a proporção de dados não estruturados (NoSQL) vem aumentando massivamente. Gerar inteligência com conteúdos dessa natureza é uma preocupação: nada disso pode ser feito de maneira escalável nos Data Warehouses.

Surge, então, o conceito de Modern Data Warehouses. Essa estrutura oferece disponibilidade e alta performance para a consulta das informações armazenadas no final do processo de BI.

Utilizando recursos em cloud computing, eles deixam de demandar máquinas locais para o processamento de dados e podem ser escalados rapidamente conforme a demanda do negócio, processando dados mais rapidamente do que um Data Warehouse.

Outra característica desses bancos é que foram otimizados para os dados NoSQL, que são compostos por informações como imagens, arquivos de áudio e dados de dispositivos da Internet das Coisas. Conjugados como estruturas híbridas, os armazéns modernos processam queries utilizando warehouses locais e remotos, para oferecer melhores experiências com soluções de BI.

Por que investir em Modern Data Warehouses?

Quem ainda não conta com um Data Warehouse deve optar pela opção mais moderna. Ela oferece um custo-benefício maior e é mais duradoura, pois já considera as evoluções recentes em Business Intelligence. Para que a solução funcione, o ideal é que a empresa obtenha o melhor desempenho possível — hoje, ele é entregue pelos Modern Data Warehouses.

A estrutura do negócio influencia muito na decisão. Como o BI é uma tecnologia que se beneficia com a agilidade, armazenar alguns dados localmente é uma boa opção para que downtimes não prejudiquem a usabilidade dos sistemas.

Empresas que já têm warehouses, como lojas online de grande porte, conseguem manter essas estruturas e, ainda assim, se beneficiar da migração de dados para a nuvem. São as características dos dados tratados pelo sistema que definirão o que é melhor para cada organização.

Se a companhia lida com dados não estruturados na maior parte do tempo, a visão mais moderna é a indicada. Um bom fornecedor de soluções será capaz de planejar e apontar o recurso mais interessante a um empreendimento, considerando todas as suas peculiaridades.

Um estudo é sempre necessário para definir se a migração é vantajosa. Ela pode exigir um esforço prolongado e não deve ser feita do dia para a noite. Provas de conceito, estratégias e recursos devem ser avaliados, a fim de que seja verificado se o Modern Data Warehouse funcionará no negócio e se a mudança de paradigma oferece um bom custo-benefício.

Que benefícios uma empresa obtém na migração?

Business Intelligence e Big Data fazem parte de uma indústria em constante evolução. Por isso, precisam de mudanças contínuas para que permaneçam trabalhando em benefício do negócio. Na maioria das vezes, processos antigos de armazenamento não conseguem entregar os benefícios que eles oferecem.

Um sistema de gestão de dados não é útil se não entrega as respostas que o cliente busca. Trabalhar em melhorias para que eles continuem dando suporte à tomada de decisão e facilitando o acesso a dados é o principal motivo para pensar na migração. Mudar para o armazenamento off-premise é uma grande decisão, que carrega consigo enormes resultados.

Segurança

Plataformas como o Azure são muito mais robustas do que qualquer tipo de warehouse on-premise. Por isso, elas investem pesado em segurança, conseguindo garantir que seus clientes protejam os dados que detêm utilizando os recursos mais avançados no mercado.

Nenhum outro provedor de nuvem tem certificações tão relevantes quanto o da Microsoft. Além disso, as garantias que a empresa oferece funcionam como atrativos para a migração.

Transformação digital

A transformação digital tem um peso enorme para as decisões empresariais. Os armazéns de dados locais foram bons investimentos, mas não são capazes de comportar as necessidades atuais.

Mover a geração de insights de uma empresa para a visão mais moderna é entender que um Data Warehouse não é uma tecnologia única, mas sim um conjunto de soluções que servem aos propósitos da organização com o máximo de eficiência possível.

Integração com o Big Data

O Big Data é composto por dados não estruturados. Uma solução de BI que não leva isso em consideração traz resultados insuficientes para o cliente, pois a nuvem é a ponte entre as duas tecnologias e uma tendência que não deve ser ignorada.

Como o investimento que as empresas fazem para utilizar soluções de inteligência de negócios é alto, nem todas estão dispostas a migrar para os Modern Data Warehouses de uma só vez. Nesses casos, uma configuração híbrida pode ser indicada.

Tal opção é atrativa porque reduz os custos e a complexidade do gerenciamento das informações existentes, além de promover uma integração progressiva, que conduzirá a empresa para o uso pleno de armazéns de dados na nuvem.

A Arbit é especialista na oferta de soluções para conduzir um negócio ao Modern Data Warehouse. Converse com um de nossos especialistas e descubra a alternativa mais atraente para suas necessidades!